Consumo de "charros" e saúde mental

imagesO impacto da cannabis e sucedâneos, como o haxixe, no desenvolvimento do adolescente e na sua saúde mental é motivo de preocupação, face às persistentes crenças entre os jovens de que a cannabis é inofensiva, facto que foi desmentido pela pesquisa científica. Estão demonstrados vínculos entre o uso de cannabis e problemas de saúde mental. Estes incluem distúrbios de ansiedade, depressão e psicose.

O que é?

Cannabis é uma droga que vem da planta Cannabis sativa. O produto químico activo da cannabis é o delta-9 tetrahidrocanabinol (THC). Quando se consome cannabis, o THC é absorvido para a corrente sanguínea e transportado para o cérebro, produzindo sensações psicóticas, como de ausência, delírios e alucinações.

O nível de THC na cannabis pode variar dependendo de:

  • a variedade ou tipo de planta;
  • como a cannabis é cultivada;
  • a parte da planta que é utilizada, por exemplo, a cabeça ou a folha;
  • o modo como a planta está preparada para ser utilizada.

 

 

O que é psicose?

 

 

 

Psicose é um estado mental que pode incluir sintomas como:

  • delírios;
  • alucinações;
  • realidade diminuída (ver ou ouvir coisas que não existem ou são distorcidas).

A psicose é um sintoma de uma doença mental, como a esquizofrenia. As causas da psicose não são completamente conhecidas. No entanto, pesquisadores e profissionais de saúde têm encontrado uma relação entre o uso de cannabis e a psicose.

O que é "psicose cannabis"?

O uso do haxixe pode causar sintomas semelhantes aos transtornos psicóticos, como a esquizofrenia. Os sintomas de psicose cannabis pode durar várias horas ou até 3 dias, no entanto isto é raro. Em muitos casos, os sintomas desaparecem quando se deixa de consumir cannabis.

A cannabis causa esquizofrenia?

Há evidência de que o uso regular de cannabis aumenta a probabilidade de sintomas da esquizofrenia, que ocorrem em pessoas com factores de risco determinados. O principal factor de risco é ter uma história pessoal ou familiar de problemas de saúde mental. Há evidências de que as pessoas com esquizofrenia que consomem cannabis tendem a ter seu primeiro episódio psicótico numa idade mais jovem do que as pessoas com esquizofrenia que não consomem cannabis, haxixe e outras substâncias da mesma família.

Como afecta alguém com uma doença psicótica?

Para as pessoas com uma doença psicótica, o uso de cannabis pode piorar a sua situação clínica e tornar a recuperação de um episódio psicótico mais difícil.

Os profissionais de saúde aconselham as pessoas com transtornos psicóticos, como esquizofrenia e transtorno afectivo bipolar, a evitarem o consumo de cannabis.

A cannabis causa depressão e ansiedade?

A pesquisa encontrou uma relação entre o uso de cannabis e a depressão. Os efeitos da cannabis podem parecer uma ajuda para diminuir uma depressão episódica. No entanto, o consumo de cannabis é susceptível de fazer piorar a depressão. Pessoas que consomem regularmente tendem a ter níveis mais elevados de depressão do que as pessoas que não consomem cannabis. Existe alguma evidência para indicar que o consumo frequente de cannabis pode causar depressão mais tarde na vida.

A relação entre o consumo de cannabis e a ansiedade é menos claro, mas os ataques de ansiedade e pânico estão entre os efeitos negativos mais comuns relatados por pessoas que consomem cannabis.

O que pode fazer

Pessoas com um histórico pessoal ou familiar de problemas de saúde mental devem evitar o consumo de cannabis.

Se está a experimentar sentimentos de depressão ou ansiedade, deve contactar o seu médico de família ou de clínica geral ou consultar um psiquiatra. Se contactar Jovem Rumo poderemos indicar-lhe um psiquiatra experiente.

O que pode a família e os amigos fazerem?

Pode ter uma vida stressante ou, por exemplo, assistir a alguém que goste de fumar cannabis, especialmente quando têm problemas de saúde mental.

Há um par de coisas que pode fazer:

  • Saiba mais sobre o uso de cannabis e saúde mental. Quanto mais souber sobre os sintomas e as opções de tratamento, melhor preparado estará para ajudar o seu amigo ou um membro da família.
  • Incentivar a pessoa a procurar ajuda. É urgente o seu amigo ou o membro da família que procure ajuda profissional - não esperar para ver se a pessoa fica melhor sem tratamento.
  • Ser apoio. Permita que o seu amigo ou o membro da família saiba que você está lá, se eles precisam de alguém para ouvi-los, incentivá-los e ajudar no seu tratamento.
  • Ser paciente. Recuperar a saúde leva tempo, mesmo quando a pessoa está comprometida com o tratamento. Esteja preparado para contratempos e desafios.
  • Não se esqueça de cuidar de si próprio.

Não há necessidade de lidar sozinho com as questões de droga.

Mais informações para os pais e jovens

Prevenção Cannabis e Centro de Informação (NCPIC) - Austrália. Uma enorme quantidade de informações específicas para um público amplo, incluindo os pais e jovens.

Adolescentes e drogas ilegais: um guia rápido para os pais - Fundação Australiana da Droga (Australian Drug Foundation)

 Fonte: http://www.druginfo.adf.org.au/drug-facts/cannabis (postado em Agosto/Setembro 2012)

Tradução e adaptação da FERSAP (Dezembro 2012)

Partilha